XXV TAÇA RIO - 2014
1, 2 e 3 de agosto de 2014
DUPLAS FEMININAS
CAMPEÃS: Luiza Rocha & Roberta Rodrigues (foto abaixo)
VICE-CAMPEÃS: Tininha Muelas & Sheila Abreu
3.º LUGAR: Lúcia Vieira & Léa Castro
DUPLAS MASCULINAS - 1.ª DIVISÃO
CAMPEÕES: Juliano Oliveira & Mario Tavares
VICE-CAMPEÕES: Márcio Vieira & John Jr.
3.º LUGAR: Paulo Feijó & Danilo Rocha
DUPLAS MASCULINAS - 2.ª DIVISÃO
CAMPEÕES: Alde Salgado & Niltinho Farias (PE)
VICE-CAMPEÕES: Caito Bianchi & William Kanegae (SP)
3.º LUGAR: Paulo Dias & Kléber Sant´Anna (RJ)
DUPLAS MASCULINAS - 3.ª DIVISÃO
CAMPEÕES: Zé Luis & Francisco Jansley (RJ)
VICE-CAMPEÕES: Thiago Machado & Carl Roichman (PE)
3.º LUGAR: Silvano Oliveira (DF) & Éder Cruz (SP)
luiza_roberta_tacario2014
   
ALL EVENTS FEMININO:
CAMPEÃ: Roberta Rodrigues (SP)
VICE-CAMPEÃ: Sheila Abreu (RJ)
3.º LUGAR: Tininha Muelas (RJ)
ALL EVENTS 1.ª DIVISÃO MASCULINA:
CAMPEÃO: Juliano Oliveira (RJ)
VICE-CAMPEÃO: Márcio Vieira (RJ)
3.º LUGAR: Paulo Feijó (RJ)
ALL EVENTS 2.ª DIVISÃO MASCULINA:
CAMPEÃO: Alde Salgado (PE)
VICE-CAMPEÃO: Niltinho Farias (PE)
3.º LUGAR: Paulo Dias (RJ)
ALL EVENTS 3.ª DIVISÃO MASCULINA:
CAMPEÃO: Tiago Machado (PE)
VICE-CAMPEÃO: Zé Luiz (RJ)
3.º LUGAR: Silvano Oliveira (DF)
Juliano Oliveira e Roberta Rodrigues
juliano_roberta_tacario2014

INSCRITOS [VER]

CONDICIONAMENTO DAS PISTAS [VER]

CONVITE

A Federação de Boliche do Rio de Janeiro – FBRJ, CONVIDA todos os praticantes do desporto para a XXV Taça Rio – 2014, a ser disputada nas seguintes condições:

1. Forma de Disputa: Duplas, separadas nas categorias masculina e feminina e em divisões.

2. Datas: 1, 2 e 3 de agosto de 2014 (sexta, sábado e domingo)

3. Local: Rio de Janeiro – RJ (Striker Barra).

4. Horários: SEXTA-FEIRA - 1.º turno (8h) e 2.º turno (13h)

                           SÁBADO E DOMINGO - 1.º turno (8h) e 2.º turno (12h)

5. Partidas: Total de 20 (vinte) partidas, sendo 8 (oito) no primeiro dia (sexta) e 6 (seis) nos 2 últimos dias (sábado e domingo) ao ritmo de 4 atletas por par de pista.

5. Preço: R$ 210,00

6. Promoção Especial: compre 1 bola de boliche nova por R$ 750,00 e ganhe grátis sua inscrição para a Taça Rio (informações sobre a bola com Marcio Vieira – mvboliche@gmail.com)

7. Atrativos: Inauguração do mais moderno Pro-Shop do Brasil

                       1 Almoço Grátis no Boliche.

                       Translado Ramada Hotel para o Boliche (Mínimo 12 atletas)

8. Vagas: Máximo de 36 duplas (72 atletas).

9. Inscrições: Devem ser feitas pelo email danilovrocha@yahoo.com.br, sendo por ordem de inscrição – até que seja completado o número de vagas – ou até o dia 18 de julho de 2014 (sexta), o que ocorrer antes. Após esta data, sob consulta à FBRJ.

10. Condicionamento: Pattern único, a ser definido e divulgado antes do evento.

11. Ranking: Evento homologado para o ranking CBBOL e para os rankings da FBRJ.

12. Classificação: As duplas serão classificadas nas divisões com base no ranking brasileiro atual (atualizado após a Taça BH), pela média de pontos dos atletas da dupla (poderão ser estabelecidas até 02 vagas técnicas por divisão).

13. Forma de disputa: Acúmulo de pinos dentro das divisões. Dependendo do número de inscritos na categoria feminina poderá ser estabelecida divisão única, sem e com handicap.

14. Premiação: Serão premiadas as três melhores duplas classificadas de cada divisão; a melhor partida de dupla de cada divisão; as três melhores médias individuais de cada divisão; a melhor partida individual de cada divisão.

15. Hospedagem:  Ramada Hotel & Suítes Riocentro - RJ
Av. Salvador Alende, 500, Jacarepaguá, Rio de Janeiro.
Fone (21) 3443-9990
E-mail: comercial03.rrc@verthoteis.com.br

Período: Taça Rio (diária)

Tipo de Apartamento

Tarifa

Taxa

Luxo Individual

R$ 254,00

5%

Luxo Duplo

R$ 254,00

5%

 

 

 

Condições Gerais:
- Banda larga free nos apartamentos luxo;
- Diárias iniciam às 14h e enceram às 12h;
- Check in antes das 14h, será cobrada meia diária por apto.
- Café da manhã incluído no valor da diária
- Sobre as tarifas de hospedagem incidirão 5% de ISS
- Reservas confirmadas somente com garantia de no-show;
- Estacionamento cortesia

Desde já agradecemos sua escolha. Será um prazer acolhê-los no Ramada Hotel & Suítes Riocentro.

Atenciosamente,
Cinara Jabour - Executiva de Contas - Ramada Riocentro
(21) 3443-9999 - E-mail: comercial02.rrc@verthoteis.com.br


REGULAMENTO

PARTE I – DISPOSIÇÕES GERAIS

Capítulo 1 – DA COMPETIÇÃO E SEUS FINS

1. Será disputada entre os dias 01 e 03 de agosto de 2014 a XXV Taça Rio, evento promovido, organizado e dirigido pela Federação de Boliche do Rio de Janeiro - F.B.R.J..

1.1. O Campeonato tem por finalidade o desenvolvimento em nível amadorista do desporto BOLICHE, visando o congraçamento e a integração dos praticantes, além do desenvolvimento técnico do desporto de alto rendimento.

2. O evento será disputado na modalidade sem handicap, por duplas, distribuídas em tantas divisões quanto necessário para que os inscritos possam disputar o evento, classificando-se as duplas pelo total de pinos acumulados em cada divisão.

3. O evento será realizado nas dependências do boliche “Striker Barra”, nos horários e de acordo com a tabela estabelecida na regra 13.

Capítulo 2 – DOS PARTICIPANTES E INSCRIÇÕES

4. Participarão do evento duplas de atletas nas categorias masculina e feminina, desde que vinculados à Federações filiadas à CBBol ou diretamente filiados a esta.

4.1. Os atletas de uma dupla não precisam necessariamente estar vinculados ao mesmo clube ou federação.

5. As inscrições deverão ser feitas até o dia 18 de julho de 2014exclusivamente através do e-mail  danilovrocha@yahoo.com.br.

5.1. Inscrições efetuadas após esta data ficam condicionadas à viabilidade de vagas.

5.2. As inscrições deverão ser efetuadas através das federações filiadas à CBBol, que ficam co-responsáveis pelo pagamento das inscrições que efetuar.

5.3. As inscrições deverão ser pagas até o dia 01 de agosto de 2014 (1º dia do torneio) à organização do evento, diretamente pelos atletas ou pelas próprias Federações às quais são vinculados.

5.4. A desistência da inscrição até o dia 18 de julho não acarretará qualquer ônus para os atletas desistentes. Após esta data, os mesmos e ou suas Federações ficam obrigados ao pagamento da taxa de inscrição, salvo em caso de dispensa por parte da F.B.R.J., condicionada à ocupação da vaga por terceiros.

CAPÍTULO 3 – Dos Uniformes

6. A utilização dos uniformes é obrigatória em todo evento, sendo que todos uniformes deverão conter símbolos ou palavras alusivas ao desporto boliche.

6.1. Esta regra é aplicável apenas às camisas utilizadas pelos atletas, abrangendo o corte, a cor, tecido e inscrições das mesmas.

6.2. A inserção de números ou nomes distintos para os atletas de uma dupla não descaracterizam os uniformes.

6.3. Referências a patrocinadores deverão constar de forma idêntica nos uniformes dos integrantes da dupla.

6.4. Nas duplas que não estiverem uniformizadas de forma idêntica, um de seus atletas poderá jogar, desde que uniformizado na forma prevista nas demais disposições desta regra.

PARTE II – DOS LOCAIS, DATA, FORMA E CONDIÇÕES DE DISPUTA

Capítulo 1 – DAS DATAS E HORÁRIOS

7. As partidas serão disputadas no Striker Barra, que conta com 20 (vinte) pistas automáticas Brunswick, e se necessário será aberta divisão extra no Norte Bowling, equipado com 24 (quatorze) pistas automáticas Brunswick.

8. As partidas serão disputadas entre os dias 1 e 3 de agosto de 2014.

8.1. As partidas serão disputadas nos horários definidos na tabela contida na regra 14, podendo a organização do evento efetuar as alterações necessárias para adequação do uso dos boliches, desde que comunicados os participantes antecipadamente.

Capítulo 2 – DAS CATEGORIAS E DIVISÕES

9. As duplas participantes serão divididas em duas categorias, FEMININA e MASCULINA, sendo que dentro de cada categoria haverá a formação de divisões.

9.1. Os atletas serão distribuídos nas respectivas divisões pela F.B.R.J. de acordo com análise técnica de seu desempenho, efetuada com base nos resultados obtidos em torneios nacionais e, quando necessário, regionais.

10. A formação das divisões se dará de acordo com a classificação das duplas no Ranking CBBol.

10.1. A média de pontos de uma dupla será tomada pela média aritmética da média de pontos de cada um de seus atletas no ultimo ranking CBBol divulgado. Caso um dos atletas não tenha ranking, será usada apenas a média do que estiver no ranking.

10.2. Caso a dupla não tenha ranking CBBol, será inserida dentro de uma das divisões por critério técnico.

10.3. Haverá ainda 02 vagas técnicas por divisão caso a FBRJ julgue necessário utilizá-las.

11. As disputas dentro de cada divisão dar-se-ão de forma independente, havendo classificações e premiações separadas para cada uma delas.

Capítulo 3 – DA FORMA DE DISPUTA

DIVISÕES MASCULINAS

12. O evento será disputado em fase única, por acumulo de pinos, sem handicap, sendo que o total de pontos da dupla corresponderá, em cada partida, ao somatório da pontuação obtida por cada um de seus atletas.

12.1. A disputa individual (all events), se dará nos mesmos moldes da regra anterior.

12.2. As duplas serão classificadas por pontos acumulados, dentro de sua respectiva divisão. O mesmo procedimento será usado para as disputas individuais (all events).

DIVISÕES FEMININAS

13. O evento será disputado em fase única, por acumulo de pinos, com (em caso de divisão única) e sem handicap, sendo que o total de pontos da dupla corresponderá, em cada partida, ao somatório da pontuação obtida por cada um de seus atletas.

13.1. Caso necessário, o handicap será calculado com base na pontuação das atletas no Ranking Brasileiro.

13.2. O all events será disputado em divisão única, com (em caso de divisão única) e sem handicap.

COMUM A TODAS AS DIVISÕES

13.3. O atleta ou dupla que não jogar um ou mais frames de uma partida receberá pontuação 0 (zero) nos arremessos não efetuados, mesma pontuação a ser atribuída às partidas não disputadas, não havendo utilização, em hipótese alguma, de blind ou blind score.

13.4. Em caso de atraso de algum atleta, este iniciará a partida jogando o mesmo frame que estiver sendo jogado pelos demais atletas do par de pistas onde deve atuar, observada a ordem de jogo, aplicando-se a regra anterior para os arremessos não efetuados.

13.5. As partidas não disputadas, apenas para efeito de média, não serão computadas.

13.6. Havendo empate, o critério de desempate será a melhor partida das duplas empatadas. Persistindo o empate, será considerada a segunda melhor partida, e assim sucessivamente, até que ocorra o desempate. O mesmo critério vale para o desempate das médias individuais (all events).

14. O evento contará com o total de 20 (vinte) partidas, que serão disputadas em três rodadas de 8 (oito) partidas no primeiro dia e 6 (seis) partidas no dias seguintes do evento, sendo distribuídas conforme tabela a seguir fixada:

Local

Striker Barra – 1º Turno

Striker Barra – 2º Turno

Horário

8h (Dia 1) e
8h (Dias 2 e 3)

13h (Dia 1) e
12h (Dias 2 e 3)

Atletas

1ª Divisão Masculina
e Feminina

2ª e 3ª Divisões Masculinas

15. É vedada a substituição de atletas, salvo por contusão ou outros motivos extraordinários, a serem devidamente justificados à arbitragem do evento, que deverá autorizar a substituição observando, em especial, os aspectos técnicos da mesma, e a possibilidade de interferência no resultado da competição.

Capítulo 4 – DOS PROCEDIMENTOS PARA REALIZAÇÃO DAS PARTIDAS

16. As rodadas serão disputadas conforme tabela contida na regra 14, iniciando-se no horário indicado o período de aquecimento (bate-bola), que terá duração de 10 (dez) minutos, após o que será iniciada imediatamente a primeira partida da rodada.

17. O árbitro do evento, auxiliado pela organização, fornecerá, antes do início da rodada, as súmulas e boletins, sendo de responsabilidade dos atletas que estiverem jogando em determinado par de pistas o preenchimento da súmula respectiva ao final de cada partida com os totais obtidos.

17.1. As súmulas serão preenchidas à caneta, e o resultado de uma dupla deverá ser rubricado ao menos por um dos atletas das demais duplas que jogam no mesmo par de pistas.

17.2. O não preenchimento da súmula pelos atletas da pista acarretará na atribuição de 0 (zero) para os mesmos na respectiva partida caso não haja possibilidade de recuperação dos dados pelo sistema informatizado.

18. Após a disputa da primeira partida da rodada, as partidas seguintes serão sempre disputadas no par de pistas imediatamente à direita daquele em que foi disputada a partida anterior.

18.1. As duplas que jogarem no último par de pistas do boliche jogarão a primeira partida seguinte no primeiro par de pistas da casa.

18.2. Os atletas só transferirão seus equipamentos e iniciarão a partida seguinte após todas as respectivas partidas terem terminado de ser disputadas em todas as pistas do boliche ou, excepcionalmente, por autorização do árbitro.

Capítulo 5 – DA PREMIAÇÃO

19. Serão premiadas ao final da competição, em cada divisão de categoria:

a. As duplas Campeã, Vice-Campeã e 3ª colocada;

b. A melhor partida de dupla;

c. As três melhores médias individuais;

d. A melhor partida individual;

19.1. Para que o atleta receba a premiação por melhor média individual terá que jogar todas as partidas do evento.

19.2. O desempate tanto para duplas, quanto para as médias individuais far-se-á seguindo os mesmos critérios previstos nas regras 13.6, considerando-se os resultados dos atletas empatados.

Capítulo 6 – DO CONDICIONAMENTO DAS PISTAS

20. A passagem de óleo nas pistas, definida pela Federação de Boliche do Rio de Janeiro – FBRJ, será divulgado no comunicado 2 do evento.

20.1. Haverá condicionamento completo das pistas antes do início de cada rodada, com limpeza de toda a pista, e passagem de óleo.

20.2. O mapa de passagem de óleo será divulgado antes do início do evento e será considerado como anexo a este regulamento.

Capítulo 7 – DOS TREINOS OFICIAIS

21. Na véspera da realização do evento o boliche onde será realizada as partidas da Taça Rio disponibilizará pistas com passagem de óleo idêntica à que será utilizada a partir do início do evento.

PARTE III – DAS NORMAS TÉCNICAS E DISCIPLINARES

Capítulo 1 – DA ÁREA DE JOGO

22. É considerada área de jogo toda área do boliche que antecede às pistas e approach até o balcão ou divisória que as separa do restante do estabelecimento (área de público).

22.1. Na área de jogo só é permitida a presença e permanência dos atletas que estiverem disputando as partidas em andamento, diretores da CBBol e F.B.R.J., árbitros do evento e pessoal autorizado pela organização.

23. Não é permitido o consumo de comidas na área de jogo (Regra 401 competição. FIQ/WTBA Zona Americana – atualizada em julho de 2003).

23.1. Comidas e bebidas só poderão permanecer e serem consumidas por atletas sobre o balcão que separa a área de jogo da área de público ou na área de público.

Capítulo 2 – DO CONSUMO DE BEBIDAS ALCOÓLICAS E CIGARROS

24. É vedado o consumo de bebidas alcoólicas por parte dos atletas antes do término da rodada que disputa ou disputará no dia, ou seja, mesmo antes de iniciar sua participação na rodada.

24.1. O atleta que ingerir bebida alcoólica antes do término de suas partidas não poderá efetuar os arremessos e partidas subseqüentes ao consumo, mesmo que isto importe em não disputar todas as partidas da rodada.

24.2. A aplicação da penalidade prevista na regra anterior não exclui outras eventualmente cabíveis.

24.3. Após o término de seu jogo (rodada) ainda será vedado ao atleta tal consumo caso permaneça uniformizado. A infração desta disposição implicará em advertência do atleta, sendo que a terceira advertência no mesmo dia resultará na atribuição de resultado 0 (zero) para a primeira partida do atleta na rodada imediatamente posterior, que não poderá ser jogada pelo mesmo.

25. Nenhum atleta poderá fumar em qualquer área do boliche.

25.1. As penas cabíveis vão desde a advertência verbal até a exclusão do atleta da competição.

Capítulo 3 – DO ARMAZENAMENTO, PESAGEM E MODIFICAÇÃO DAS BOLAS

26. É autorizado lixar, polir, utilizar produtos que alterem a superfície das bolas somente ná area de jogo.

26.1. Qualquer alteração de superfície ou distribuição de peso da bola só poderá ocorrer antes do início do período de aquecimento (bate-bola) ou após o término de qualquer partida da rodada (nos intervalos), sem uso de qualquer tipo de maquinário, só podendo alterações manuais.

26.2. As bolas não poderão ser retiradas da área de jogo para alteração de superfície ou qualquer outro tipo de modificação durante a rodada.

26.3. A bola eventualmente alterada fora da área de jogo, em desacordo com o estabelecido nesta regra não mais poderá ser utilizada pelo atleta na rodada respectiva.

26.4. O atleta que utilizar uma bola modificada em desacordo com o fixado nesta regra, terá anuladas as pontuações obtidas nos arremessos efetuados com o equipamento alterado, sendo atribuído total 0 (zero) a tais pontuações. Caso a bola irregular tenha sido utilizada no primeiro arremesso do frame serão anulados os dois arremessos, independentemente do equipamento eventualmente usado no segundo arremesso.

26.5. Se for verificada alteração na superfície de uma bola durante a realização de uma partida, esta será apreendida pela arbitragem, retirada da área de jogo, e restituída ao atleta ao final da rodada.

26.6. A aplicação das sanções previstas nos itens anteriores não exclui a incidência de outras, disciplinares, eventualmente cabíveis, sendo que a reiteração da infração será analisada pela Comissão Disciplinar e poderá gerar a exclusão do atleta da competição.

Capítulo 4 – DO JOGO LENTO

27. Todos atletas têm a obrigação de zelar pelo bom andamento das partidas, não demorando excessivamente, devendo observar as seguintes regras no momento em que for efetuar seu arremesso:

a. Assim que os atletas que ocupam as áreas de approach das pistas adjacentes àquela em que deve jogar – uma pista à direita e uma à esquerda – efetuarem seus respectivos arremessos, o atleta deve ingressar no approach, efetuando seu arremesso logo após a liberação das pistas referidas.

b. Tem prioridade para ingressar na área de approach o atleta que estiver à direita do outro.

c. O atleta deve estar pronto para jogar imediatamente após a saída do atleta que, pela ordem, joga antes de sua vez na mesma pista, e não pode atrasar o começo de seu approach se as duas pistas adjacentes, uma à direita e uma à esquerda, estiverem desocupadas, na forma do item “a”.

28. O atleta que não cumprir os procedimentos referidos na regra anterior estará praticando jogo lento, e será advertido pelo árbitro presente na seguinte forma:

a. Cartão Branco: primeira infração;

b. Cartão Amarelo: segunda infração;

c. Cartão Vermelho: terceira infração

28.1. No caso dos cartões branco e amarelo o atleta será apenas advertido.

28.2. No caso de aplicação do cartão vermelho, mesmo que no segundo arremesso do frame, será anulada a pontuação eventualmente obtida no primeiro arremesso, e atribuído total 0 (zero) ao frame do atleta infrator, que ficará impedido de jogar os arremessos do frame respectivo.

28.3. A aplicação das penalidades é cumulativa dentro de cada rodada, sendo descartadas ao final desta para a rodada posterior.

28.4. Para efeito de aplicação desta regra, o árbitro deverá inspecionar especialmente o atleta ou dupla que estiver mais de 4 (quatro) frames atrasado em relação ao atleta ou dupla que estiver disputando o frame mais avançado, o que não exclui a necessidade de fiscalização geral de outros atletas ou duplas.

PARTE IV – DISPOSIÇÕES FINAIS

Capítulo 1 – DOS CUSTOS

29. A taxa de inscrição no evento será R$ 210,00 (Duzentos e Dez Reais) por atleta da dupla:

29.1. Promoção Especial: Compre 01 bola de boliche nova por R$ 750,00 no novo Pró-Shop do Barra Striker e ganhe grátis sua inscrição para a Taça Rio.

29.2. Os atletas que ainda não tiverem pago a anuidade da CBBol deverão fazê-lo por ocasião da inscrição no evento no valor de R$ 40,00 (Obrigatória).

Capítulo 2 – DO RANKING CBBOL e FBRJ

30. Os resultados individuais obtidos no evento serão válidos para o ranking nacional da Confederação Brasileira de Boliche – CBBol, inclusive para efeito de classificação para eventos internacionais e para o ranking FBRJ.

Capítulo 3 – APLICAÇÃO E HOMOLOGAÇÃO

31. Este Regulamento é válido no período de realização da XXV Taça Rio, sendo submetido à aprovação e homolgação da Confederação Brasileira de Boliche - CBBol.

32. Casos omissos serão resolvidos pela organização do evento, havendo aplicação subsidiária ao presente regulamento das normas gerais da Confederação Brasileira de Boliche – CBBol (NORMABOL), e das regras gerais para o desporto da Fédération Internationale des Quilleurs - F.I.Q. e da World Tenpin Bowling Association - WTBA/Zona Americana.

Rio de Janeiro, 10 de Junho de 2014.

FEDERAÇÃO DE BOLICHE DO RIO DE JANEIRO