PLANO DE TRABALHO

CHAPA DEMOCRATIZAR PARA DESENVOLVER

> Administrar com o Apoio de CONSELHOS, conforme Texto inicial enviado a todos presidentes e tornado publico via sites.

> Buscar espaços regulares de Veiculação em todas as Mídias Jornalísticas, por entender que nossa dificuldade de conseguir patrocínios está diretamente ligada a pouca  divulgação atual.

> Dar condição à CBBOL de cadastro no SICONV Federal e pleitear Recursos através das Chamadas Públicas para Esportes de Rendimento e Lei de Incentivo do Governo Federal. Manter e aprimorar nosso relacionamento com Ministério do Esporte e COB e protagonizar a Criação de uma entidade nacional de Esportes Pan-americanos, para assegurar os direitos que a eles são possíveis.

> Fortalecer as Federações, procurando estender a estrutura CBBOL a todas filiadas. Fazer chegar a todas treinamentos e apoiar realização de eventos regionalizados.

> Realizar um Grande Fórum ou Seminário, que expresse os anseios de todos envolvidos, e colocar seus resultados em prática o mais breve possível, sempre respeitando Regulamentos, Estatutos e Normas em vigor.

> Ter um tratamento próprio ao Esporte de Rendimento e  Lazer e buscar integrar os Boliches de Pinos assistidos (Cordinhas) maioria em nosso pais.

> Tratar com igualdade cada divisão, respeitando as particularidades e fomentando a ascensão, desde a 5.ª, que queremos que exista, até a 1.ª divisão.

> Promover treinamentos adequados ao atual desenvolvimento de cada estado e seus filiados e desenvolver Cursos específicos para cada nível.

> Incentivar novos filiados e criar Programas específicos para Jovens e Mulheres.

> Racionalizar as despesas e buscar reduções de Custos para eventos e semestralidades, baseado em conceder descontos futuros a Federações e seus filiados numa razão diretamente proporcional ao aumento do número de filiados  dos anos anteriores.

> Aumentar o intercambio com outros países e dar oportunidade de maior representação, incentivando nas instituições internacionais que participamos a realização de Campeonatos de 2.ª força, visando dar experiência a atletas que ainda não tiveram a oportunidade de ser seleção Principal.

> Fortalecer nossa participação em entidades internacionais e transformar esta força em benefícios para nossos atletas. Participar de todos os Contratos de Cooperação Internacional que estejam ao nosso alcance junto a estes órgãos.

> Estabelecer no Dia do Boliche, uma grande ação de Divulgação e promoção de trocas e descontos para facilitar o acesso de novos praticantes ao material esportivo.

> TRABALHAR EM TODAS AS ESFERAS NACIONAIS E INTERNACIONAIS PARA CONSTRUIR NOSSO 1.º CENTRO DE TREINAMENTO.