XIX CAMPEONATO SUDAMERICANO DE BOWLING - 10 a 14 de março
site oficial

Mais uma vez, o brasileiro Marcelo Suartz mostrou que o intensivo treinamento que fez durante quatro anos que viveu nos Estados Unidos aprimorou sua técnica e talento de forma inegável.

medalha de OURO conquistada depois de um desempenho fantástico no XIX Campeonato Sudamericano de Bowling, parte do ODESUR – X Juegos Suramericanos, confirma que Marcelo é o melhor jogador da história do Boliche no Brasil.

É a segunda medalha neste Odesur, a primeira foi a PRATA em dupla com Renan Zoghaib, por isso a participação masculina no boliche dos Jogos Pan Americanos de 2015, em Toronto no Canadá, está garantida.

O desempenho do Marcelo foi espetacular, desde a fase classificatória quando foi superado apenas pelos jogadores venezuelanos, o profissional da PBA e Hall of Fame Amleto Monacelli e Ildemaro Ruiz.

Ele fez 2.573 pontos (214,41 de média) na Fase Individual e 2.796 (233,00) na Fase de Duplas, totalizando nas 24 linhas de classificação 5.369pontos (223,70 de média), o que o habilitou para as medalhas da Fase Master, onde se classificaram apenas os oito melhores.

Nas Quartas-de-final da Fase Master os jogadores desafiam os adversários conforme a posição de cada um na Fase Classificatória, pelo somatório de três partidas, Ficou assim:

Jogo 1 > #1 Amleto Monacelli (Venezuela) 205+192+194 (591 / 197,00) perdeu para #8 Juan Narvaes (Panamá) 216+222+224 (662 / 220,67);

Jogo 2 > #2 Ildemaro Ruiz (Venezuela) 225+259+205 (689 / 229,67) ganhou de #7 Renan Zoghaib (BRASIL) 202+220+239 (661 / 220,33);

Jogo 3 > #3 Marcelo Suartz (BRASIL) 245+244+226 (715 / 238,33) ganhou de #6 Ivan Vallejo (Equador) 221+204+209 (634 / 211,33);

Jogo 4 > #4 Jaime Gonzalez (Colômbia) 206+244+190 (640 / 213,33) ganhou de #5 Manuel Otálora (Colômbia) 190+226+214 (630 / 210,00).

Na Semi-final da Fase Master, Marcelo manteve seu alto rendimento superando o colombiano por apenas 8 pinos, com ambos fazendo partidas memoráveis.

Jogo 1 > Ildemaro Ruiz (205+238+267, 710 / 236,67) ganhou de Juan Narvaes (172+205+201, 578 / 192,67), que ficou com o BRONZE.

Jogo 2 > Marcelo Suartz (276+246+247, 769 / 256,33) ganhou de Jaime Gonzalez (257+246+258, 761 / 253,67), que ficou com o BRONZE.

A Final da Fase Master foi épica e Marcelo arrasou seu oponente mantendo seu incrível poder de concentração e precisão, fazendo uma espetacular serie de 726 pontos (242,00 de média) com 231 x 187,255 x 233 e 240 x 200. OURO para Marcelo Suartz do Brasil e PRATA para Ildemaro Ruiz da Venezuela.

Guy Igliori, o Presidente da CBBOL (Confederação Brasileira de Boliche) comentou:
"Ontem tivemos mais um dia de sucesso, o atleta Marcelo Suartz conquistou a medalha de OURO no Masters dos jogos ODESUR 2014.

Esse feito foi sensacional, não por ser o OURO somente mas, principalmente, como foi conquistado. Os jogos foram todos muito difíceis, a semifinal foi espetacular, isso foi dito por todos os presentes no local. Essa conquista mostra que o trabalho de um atleta completo pode render, o Marcelo não é só talentoso, ele é realmente um atleta, disciplinado, técnico e dedicado, além de possuir um trabalho mental de dar inveja. Este feito do Marcelo coroou a vinda a Santiago para o ODESUR 2014.

No dia anterior ele e Renan Zoghaib ganharam a medalha de PRATA nas duplas, superando a Colômbia e ficando atrás da Venezuela, que contava com dois grandes jogadores inclusive um hall da fama da PBA.

O trabalho do Joe Slowinski nosso técnico foi essencial também, houve troca de ideias, informações, táticas de jogo, além da dedicação pessoal dele e do entusiasmo e vibração que ele passou.

Nossas meninas foram igualmente dedicadas, além de terem sido essenciais na ajuda aos homens na torcida e vibração, a Roberta Rodrigues lutou até o final para entrar na disputa individual ficando atrás apenas 4 pinos das classificadas, Karla Redig foi nossa atleta 3 em 1, nossa Vice-Presidente que foi delegada do time realizando reuniões diárias, enviando relatórios, etc, e foi atleta também, entrou para tentar classificar o time feminino para o Pan depois da nossa baixa médica com a Roseli Santos, jogou com bolas que não eram dela e seguiu todas as orientações do técnico Joe.

Não conseguimos a classificação feminina para o Pan Toronto 2015 ainda, mas teremos outras duas oportunidades, a classificação masculina está garantida.

O Apoio do Comitê Olímpico Brasileiro foi maravilhoso, todos estão de parabéns. Este conjunto da obra, que será inesquecível e ficará guardado nas nossas mentes, é um daqueles momentos que remuneram nossa alma, e faz-nos lembrar o quão bom é viver.

Obrigado a todos, Marcelo Suartz, Renan Zoghaib, Roberta Rodrigues, Karla Redig, Joe Slowinski e principalmente a todos que enviaram energias positivas para estas conquistas

Só posso resumir tudo isso com uma palavra: SHOW!! "



[ voltar ]