IX JUEGOS SURAMERICANOS
XVIII Campeonato Sudamericano de Bowling
24 a 28 de março de 2010

RELATÓRIO I (por Karla Redig)

“Chegamos à Medellin depois de uma maratona de vôo. Walter, Jacque, Marizete e Tuca começaram a sua viagem no sábado a noite e pernoitaram em São Paulo. Eu, Márcio e Juliano saímos do Rio no domingo às 6:00 da manhã rumo à SP onde encontraríamos o resto da delegação e embarcaríamos todos para Medellin. Pegamos o vôo às 8:00 da manhã com destino à Bogotá onde faríamos escala e depois seguiríamos para Medellin.

Aqui vale um parêntese para elogiar a Avianca. Um vôo simplesmente inacreditável com um excelente serviço de bordo, o avião extremamente moderno com visores individuais nas cadeiras o que fez a viagem de 5:30 passarem super rápido.

Chegamos à Bogotá e em menos de 1 hora já estávamos rumando para Medellin. O vôo é super rápido, menos de 40 minutos. Chegamos à Medellin e aí começou a pior parte da nossa viagem: o trajeto do aeroporto até a vila olímpica. Era para ser um trajeto de no máximo uma hora que acabou durando quase 3 horas, sendo uma hora de espera no aeroporto até que chegassem outras delegações para que o ônibus pudesse sair escoltado. Ou seja, para quem começou a sua viagem no Rio às 06:00 da manhã, foram mais de 12 horas de viagem.

Chegamos na Vila onde fomos recebidos pela Paula Hernandez, ex-seleção brasileira de volleyball e agora trabalhando no COB. Fomos alojados nos nossos apartamentos e seguimos para o jantar. Os apartamentos na Vila são bem humildes uma vez que fazem parte de um projeto social do governo da Colômbia. São apartamentos de 2 e 3 quartos, com paredes ainda no cimento e um simples paviflex no chão. Nós mulheres, por exemplo, estamos alojados num apartamento de dois quartos e eu durmo na sala. Os homens já estão em um de três quartos.

Fizemos nessa mesma noite uma rápida reunião com todos nos quartos dos homens e depois fomos dormir, pois o dia foi cansativo e teríamos a chance de conhecer o boliche e treinar no dia seguinte às 10:00 da manhã.


(e-d) Roseli, Tuca, Karla, Roberta, Jacque, Walter, Márcio, Marizette, Charles, Juliano, Benê

No dia seguinte fomos de ônibus até o boliche e realizamos o treino de reconhecimento. O condicionamento não tinha nada a ver com o que seria o torneio. Um par estava completamente flat e o outro era um house oil. No entanto o treino serviu para nos ambientarmos e experimentarmos o approach.


(e-d) Marizette, Benê, Roberta, Jacque, Roseli

Após o treino almoçamos todos juntos em um shopping perto e depois nos separamos, tendo algumas pessoas retornando à Vila e outras foram assistir a outros esportes.

Hoje foi dia de treino Oficial. Primeiro as mulheres treinaram as 12:30 e depois os homens as 15:00. Um treino rápido com apenas 10 minutos em cada par de pistas, sendo que no par uma pista era óleo longo e outra era óleo curto.


(e-d) Márcio, Juliano, Charles, Walter, Tuca

Amanhã o jogo começa para valer com a fase individual com 6 linhas no óleo curto. A escalação para a fase individual é:

09:00 – Jacqueline e Marizete largam nas pistas 9 e 10
09:00 – Walter e Márcio largam nas pistas 1 e 2
14:00 – Roseli e Roberta largam nas pistas 9 e 10
18:00 – Charles e Juliano largam nas pistas 3 e 4

Ao final do dia, mandaremos mais notícias sobre a fase individual e perspectivas para dupla. 

Vale no entanto um destaque no dia de hoje: nosso atleta Márcio Vieira foi entrevistado pela televisão local que veio até o boliche para procurá-lo pois ele é o atleta que está disputando o ODESUR com o maior número de medalhas no boliche. PARABÉNS PARA O NOSSO ATLETA !!!

Quadro das pistas:

[ VOLTAR ]