COMUNICADO 002/2015 [ver original]

Prezados Atletas e Dirigentes,

Chegamos ao fim do primeiro semestre de 2015 com um dado bastante alarmante que nos obrigou a intensificar os critérios de cobrança, tanto das anuidades dos atletas, como das próprias federações.

Até o momento, apenas três federações efetuaram o pagamento de suas anuidades, e mais de 50% dos atletas constantes do ranking aparecem com suas anuidades em aberto (valores não repassados pelas federações para a CBBOL).

Contudo, o dado mais alarmante é que, por meio de constante monitoramento principalmente das redes sociais, percebemos que diversos torneios regionais e locais estão sendo realizados sem que esses sejam oficialmente informados à CBBOL.

Gostaríamos de lembrar a todos que não existem mais torneios sem a chancela da CBBOL. TODOS os torneios organizados pelas federações locais, sem exceção, devem ser comunicados à entidade máxima de nosso esporte e TODOS os atletas que disputarem os mesmos são, automaticamente, obrigados ao pagamento de anuidade.

Face o exposto, nos vimos obrigados a tomar as seguintes medidas:

1. As Federações terão até o dia 10 de agosto de 2015 para acertar suas anuidades, sendo que a partir dessa data, em caso da permanência da inadimplência, todos os atletas de seu estados estarão impedidos de jogar qualquer torneio, nacional ou internacional pelo período de 6 meses a contar da data citada, independente de qualquer justificativa e mesmo para atletas já convocados e eventualmente com passagens compradas. O pagamento realizado após a data estabelecida não elimina a punição.

2. As Federações terão até o dia 10 de agosto de 2015 para acertar as anuidades dos atletas constantes no ranking que será divulgado com os resultados após o Brasileiro de Tercetos 2015 que porventura ainda estejam com a anuidade em aberto. Em caso de permanência da situação de inadimplência, os atletas serão impedidos de jogar quaisquer torneios nacionais ou internacionais, além de serem removidos do ranking brasileiro pelo período mínimo de 3 meses, impactando inclusive em futuras convocações.

3. As Federações terão até o dia 10de agosto de 2015 para enviar a CBBOL os resultados de TODOS os eventos realizados pela entidade no primeiro semestre de 2015 juntamente com o acerto das anuidades dos atletas que porventura tenham disputado seu primeiro torneio de 2015, sendo que, no caso de omissão comprovada (eventos apresentados X eventos apurados pela CBBOL), todos os Confederação Brasileira de Boliche atletas da Federação estarão impedidos de jogar qualquer torneio, nacional ou internacional, independente de qualquer justificativa e mesmo para atletas já convocados e eventualmente com passagens compradas, até que a situação seja regularizada.

4. A partir da data de publicação deste comunicado, fica definida a seguinte alteração nas regras de cálculo do ranking nacional: No caso de Taças Nacionais, a federação anfitriã deverá encaminhar o resultado final em, no máximo, 7 dias corridos do final do evento, no formato solicitado pela CBBOL. Após esse prazo, não será permitido qualquer tipo de alteração no resultado, independente da natureza do mesmo. Caso a Federação anfitriã opte por não encaminhar o resultado de um atleta pelo motivo de não pagamento de inscrição ou taxas, a quitação da dívida junto a Federação anfitriã após o prazo estabelecido não fará que o resultado do atleta tenha valor para o ranking.

Atenciosamente,

Guy Igliori
Presidente da CBBOL