XXVIII CAMPEONATO BRASILEIRO DE CLUBES
30, 31, 1 e 2 de maio de 2013
Norte Bowling - Barra Bowling - Rio de Janeiro/RJ

XVII TAÇA BRASIL DE CLUBES
30, 31, 1 e 2 de maio de 2013
Norte Bowling - Barra Bowling - Rio de Janeiro/RJ

RESULTADOS

> CAMPEÃO: E. C. PINHEIROS (São Paulo)
MAPA FINAL - CLUBES - 1.ª DIVISÃO
ALL EVENTS INDIVIDUAL - 1.ª DIVISÃO

ALL EVENTS CLUBES - 1.ª DIVISÃO
> FASE EQUIPES - 1.ª DIVISÃO
>
FASE TERCETOS - 1.ª DIVISÃO
> FASE DUPLAS - 1.ª DIVISÃO
> FASE INDIVIDUAL - 1.ª DIVISÃO

> CAMPEÃO: CLUBE RIBEIRÃO BOWLING (São Paulo)
MAPA FINAL - CLUBES - 2.ª DIVISÃO
ALL EVENTS INDIVIDUAL - 2.ª DIVISÃO

ALL EVENTS CLUBES - 2.ª DIVISÃO
> FASE EQUIPES - 2.ª DIVISÃO
>
FASE TERCETOS - 2.ª DIVISÃO
> FASE DUPLAS - 2.ª DIVISÃO
> FASE INDIVIDUAL - 2.ª DIVISÃO

> CAMPEÃO: CLUBE GUAICURUS (Mato Grosso do Sul)
> MAPA DE PONTOS
> FASE DUPLAS
> FASE INDIVIDUAL
> ALL EVENTS INDIVIDUAL (18 de 24)


CLUBES inscritos [ver]


CONDICIONAMENTO WTBA MONTREAL 41 pés [ver]


R E G  U  L  A  M  E  N  T  O

Das Datas

O 28º Campeonato Brasileiro de Clubes e a 17ª Taça Brasil de Clubes serão realizados no período de 30 de maio a 2 de junho de 2013, no Norte Bowling a primeira divisão ,e no Barra Bowling a segunda , no Rio de Janeiro. Na eventualidade de termos equipes suficientes para disputa da taça Brasil divulgaremos em qual dos boliche será esta disputa.

A data limite para os clubes efetuarem as inscrições, através de suas respectivas Federações, é o dia 10 de maio de 2013 e o pagamento da taxa de inscrição, confirmando a participação no evento, até o dia 17 de maio de 2013. Após a data de 10 de maio de 2013, qualquer solicitação de inscrição estará sujeita a disponibilidade de vagas, ou poderão ser passados para jogar na sub-sede.

As inscrições deverão ser encaminhadas pelas Federações de cada Estado para o Sr. Cesar Maciel no e-mail cesarbolbrasil@gmai.com com cópia para Luiz Afonso no e-mail luiz@novaengenhariadf.com.br.

Do Valor das Inscrições

Será de R$ 255,00 (duzentos e cinqüenta e cinco reais) o valor da inscrição por atleta. Em breve divulgaremos o valor da sub-sede.

Confederação Brasileira de Boliche

Banco de Brasília - 070

Agência: 0040

Conta: 010137-8

CNPJ:86.961.356/0001-07

Os comprovantes de pagamento deverão ser enviados para Luiz Afonso, por e-mail luiz@novaengenhariadf.com.br ou para o Fax: (61) 3465-2388.

Do Campeonato

CAMPEONATO BRASILEIRO DE CLUBES

a) A competição será disputada em duas ou mais divisões, além da Taça Brasil de Clubes, a qual terá cada equipe composta por 3 atletas;

b) Os clubes serão representados no Campeonato Brasileiro de Clubes adulto por equipes mistas de 4 homens e 2 mulheres.

c) A 1ª divisão será composta por no máximo 12 times.

d) No Campeonato Brasileiro de clubes adulto, as fases serão: individual, duplas (masculinas e femininas), tercetos mistos e times (sextetos). Na Taça Brasil de Clubes, as fases serão individual, duplas e tercetos (12 linhas);

e) Caso haja inscrições suficientes (pelo menos 4), será incluída na programação o Campeonato Brasileiro de Clubes Juvenil, com equipes formadas por 2 homens e uma mulher, jogando individual masculino (6 linhas), individual feminino (12 linhas), duplas masculinas (6 linhas) e times (12 linhas);

f) A decisão da divisão em que jogará um clube será através da soma da média dos pontos dos 4 melhores atletas da equipe (masculino ou feminino). A  pontuação do atleta só será considerada se o mesmo tiver pelo menos 2 eventos no Ranking da CBBOL após a realização da Taça Brasilia de 2013;

g) Depois de informados os atletas que compõem a equipe, um clube só poderá mudá-los por motivos justificados e com autorização formal da CBBOL. Sem essas condições, o clube não jogará a competição, mesmo que compareça ao local da mesma na data marcada;

h) Na 1ª divisão será obrigatória a participação  de  clubes  que representem pelo menos 4 estados dentre os  filiados a CBBOL. Caso isso não ocorra após a aplicação das regras acima, serão chamados pela ordem quantos clubes da 2ª divisão forem  necessários, dentre os que representem estados diferentes dos  clubes já participantes da categoria, saindo os últimos da 1ª divisão, até que se consiga a composição necessária;

i) Nas demais divisões e categorias e na Taça Brasil de Clubes, no caso de disponibilidade de pistas e ausência de novos clubes, será admitida a participação de mais de uma equipe do mesmo clube;

j) Um clube só pode participar da Taça Brasil de Clubes nas categorias masculina e feminina simultaneamente, desde que esteja representado no Campeonato Brasileiro de Clubes, salvo se não houver mais vagas no evento;

k) Durante o Campeonato, a disposição dos clubes  por  turno  e pista obedecerá à classificação por pontos ganhos até a etapa anterior (desempate por pino derrubado), à exceção do primeiro dia, no qual se definirá a ordem do clube através da colocação citada na letra F.

l) Cada fase será disputada em seis partidas, com três atletas por pista. Na fase individual, deverão ser escalados pela organização até dois atletas de um mesmo Clube em um mesmo par de pistas. Na fase de duplas, um par de pistas deverá ter três duplas de Clubes diferentes, se possível. Na fase de tercetos mistos, dois tercetos de Clubes diferentes no par. Na fase de sextetos, cada Clube ocupará um par de pistas. Na Taça Brasil e nos juvenis, as equipes jogarão sempre juntas na mesma pista;

m) Na Taça Brasil e no Campeonato Brasileiro de Clubes juvenis, não haverá pontuação para o all-events de Clubes;

n) Desempates na pontuação final serão resolvidos pelas melhores colocações dos empatados sucessivamente no all-events de Clubes, na fase de times, na de tercetos mistos, na de duplas e no individual;

o) Serão premiados os vencedores de cada fase até o 3º lugar. Os vencedores do all-events (masculino e feminino) serão premiados até o 5º lugar. Os atletas de cada competição que fizerem as melhores partidas e séries também receberão medalhas;

p) Nenhum atleta poderá jogar em duas divisões ou categorias distintas do evento.

q) Será a seguinte a tabela de pontuação das diversas fases:

       FASE 10º 11º 12º 13º 14º 15º
Individual  Masc. 120 90 72 60 48 36 24 18 12 8 6 4 3 2 1
Individual Fem. 60 45 36 30 24 18 12 9 6 4 3 2 1 0 0
Duplas Masc. 240 180 144 120 96 72 48 36 24 16 12 8 6 4 2
Duplas Femin. 120 90 72 60 48 36 24 18 12 8 6 4 3 2 1
Tercetos Mistos 360 270 216 180 144 108 72 54 36 24 18 12 9 6 3
Sextetos (times) 600 450 360 300 240 180 120 90 60 40 30 20 15 10 5
All-Event Clubes 360 270 216 180 144 108 72 54 36 24 18 12 9 6 3
MAIORES PARTIDAS:
Indiv. masc/fem: 10;   dup. masc/fem: 20;   terc.: 30;  sextetos (times): 60

Do Uniforme

É obrigatório o uso de camisas iguais e alusivas ao esporte.

A - O uso de bermudas só será liberado pela CBBOL se for constatado um calor excessivo nas dependências do boliche. As mulheres podem optar por calça comprida, saia ou bermuda.

Da Bebida e Do Cigarro

A - Está proibido o consumo de bebidas alcoólicas por parte dos atletas durante as partidas e seus intervalos.

B - Nenhum atleta poderá fumar em qualquer área do Boliche que não seja previamente determinada – inclusive banheiros.

C - O consumo de bebida alcoólica somente será permitido após a competição e fora da área de jogo.

D - Não será permitido o consumo de comidas e bebidas na área de jogo.

E - Haverá fiscalização por parte da CBBOL nestes itens, lembrando que os infratores serão advertidos pela CBBOL conforme rege a NORMABOL.

(lembramos que pela NORMABOL, e pela FIQ, o uso de bebidas alcoólicas e outras drogas nem precisavam vir nos regulamentos, é inerente a prática do esporte a não permissão):

Da Pesagem de Bolas

Os árbitros poderão a qualquer momento e de forma aleatória fiscalizar qualquer atleta, fazendo a conferência das bolas em jogo a critério dos árbitros, poderão também ser pesadas.

Se por acaso uma das bolas estiver fora das normas, este atleta perderá a série jogada e essa bola deverá ser colocada em condições para o uso.

Das Penalidades e Comissão Disciplinar

O não cumprimento, pelo atleta, de qualquer dos itens do presente Regulamento ou Código Brasileiro de Justiça Desportiva e regras FIQ, quando aplicável, implicará em perda de Frames, dos pontos da partida e, até mesmo, a sua exclusão da competição, a critério do Delegado da CBBOL ou da Comissão Disciplinar.

A Comissão Disciplinar será nomeada pela Diretoria da CBBOL, e seus membros anunciados em dia anterior ao inicio dos jogos.

Da Manutenção das Pistas de Jogo

O mapa de condicionamento será informado no Comunicado 2.

Da Organização

A organização do evento ficará a cargo da diretoria da FBRJ sob a supervisão da CBBOL.

 O horário dos jogos será divulgado no comunicado 2.

Disposições Finais

O presente regulamento seguirá as normas emanadas dos órgãos superiores brasileiros e FIQ (Federação Internacional de Boliche).

Os casos omissos ao presente regulamento e ao evento serão resolvidos pela diretoria da CBBOL.

Sete Lagoas, 29 de abril de 2013.

Cesar Maciel

[ TOPO ]