XXVI CAMPEONATO BRASILEIRO DE CLUBES
XV TAÇA BRASIL DE CLUBES
21 a 24 de abril de 2011

Fotos do evento por Renan Zoghaib (clique aqui)


O BH Bowling é o Campeão Brasileiro de Clubes 2011

CLASSIFICAÇÃO FINAL

XXVI Campeonato Brasileiro de Clubes
1.ª Divisão

Campeão: BH Bowling/MG
Vice-Campeão: E. C. Pinheiros/SP (Novo Recorde Brasileiro - Fase Tercetos)
3.º lugar: E. C. Vitória/BA
4.º lugar: Vasco da Gama/RJ
5.º lugar: Del Rey Boliche/MG
6.º lugar: Gladiators/SP
7.º lugar: Pier Bowling/DF
8.º lugar: América/RJ

XXVI Campeonato Brasileiro de Clubes
2.ª Divisão:
Campeão: Barra Bowling/RJ
Vice-Campeão: Jaraguá Bowling/MG
3.º lugar: AABB/MT
4.º lugar: Dourados/MS

XV Taça Brasil de Clubes – Divisão Belo Horizonte
Campeão: UAI Team/MG
Vice-Campeão: BH Bowling/MG
3.º lugar: Del Rey Boliche/MG
4.º lugar: Morumbi/SP

XV Taça Brasil de Clubes – Tercetos - Divisão São Paulo
1.º - Ademir Medina - Licinio Coelho - Oswaldo Iervolino
2.º - Marcia Coelho - Carlos Carrasco - Leão Lourenço
3.º - Inês Yamaguti - Fabricio Kawakami - Marcelo Malheiro
4.º - Maria Santos - Wiliam Kanegae - Ricardo Filgueiras
5.º - Marina Suartz - Edson Suartz - Luis Coelho
6.º - Solange Canelas - Orlando D´Aurea - Flavio Alonso


RESULTADOS FINAIS COMPLETOS
(download de Planilha Excel)


Comunicado n.º 1 [ver]  -  Comunicado n.º 2 [ver]

Regulamento

NORMAS GERAIS

Art. 1.º O XXVI Campeonato Brasileiro de Clubes e a Taça Brasil de Clubes serão realizados no período de 21 a 24 de abril de 2011, no Boliche Del Rey, em Belo Horizonte, Minas Gerais. Serão aceitas as inscrições dos 10 (dez) primeiros Clubes para o Campeonato Brasileiro de Clubes e os 6 (seis) primeiros tercetos para a Taça Brasil de Clubes. Caso haja maior número de inscrições, será utilizado o PLANET BOWLING, em São Paulo, para a realização da TAÇA BRASIL DE CLUBES, sendo atribuídas duas premiações. Após o prazo estipulado no artigo 4.º, confirmadas as inscrições, na ocorrência do número de Clubes inscritos para o Campeonato Brasileiro de Clubes, inferior ao limite estipulado, as vagas remanescentes serão abertas para inscrição de Tercetos para a Taça Brasil de Clubes.

Parágrafo único: O calendário anual aprovado na AGE de 13 de novembro de 2010, prevê a realização desse evento nacional no estado de Minas Gerais. Havendo necessidade da utilização de outra Sede, em se tratando de calendário previamente aprovado em AGE, prescinde de apresentação de PROPOSTA DE INTENÇÕES pelas Federações filiadas. Como o previsto no artigo 4.º do ECBBOL e no capítulo 3, alínea “b”, da NORMABOL, é prerrogativa da entidade, adotar todas as medidas necessárias e providenciar com brevidade, adequação à realização do evento.

Comunicado N.º 1 (12.04.2011)

A Taça Brasil de Clubes será realizada em São Paulo nas dependências do Planet Bowling, à Praça Jácomo Zanella, n.º 187, Lapa, dias 21, 22, 23 e 24 de Abril de 2011.

Horário:

As rodadas terão inicio as 9h

Inscritos (SP):

> Carlos Marin, Edson Suartz e Luis Coelho
> Solange Canelas, Orlando D´Aurea e Flávio Alonso
> Ademir Medina, Licínio Coelho e Oswaldo Iervolino
> Maria Santos, Wiliam Kanegae e Feliciano Freire
> Inês Yamagut, Fabrício Kawakami e Marcelo Malheiro
> Márcia Coelho, Carlos Carrasco e Leão Lourenço

Inscrição:

Valor da inscrição R$ 240,00 + R$ 30,00 semestralidade CBBOL

As inscrições poderão ser encaminhadas a csebulka@hotmail.com ou jojota@hotmail.com ou presidente@cbbol.org.br


Telefones (11) 3422-0894 ou 9939-7032

a) Na Taça Brasil de Clubes as equipes serão compostas por 3 atletas, sendo 2 do sexo masculino e 1 do sexo feminino;

b) Na Taça Brasil de Clubes, as fases serão:
    1.º dia: Individual Masculino e Feminino (6 linhas)
    2.º dia: Individual Feminino  (6 linhas) e Duplas masculinas(6 linhas)
    3.º dia: Tercetos (6 linhas)
    4.º dia: Tercetos (6 linhas)

Na Taça Brasil de Clubes, no caso de disponibilidade de pistas e ausência de novos clubes, será admitida a participação de mais de uma equipe do mesmo clube;

Na Taça Brasil de Clubes as equipes jogarão sempre juntas na mesma pista;

Na Taça Brasil de Clubes não haverá pontuação para o all-events de Clubes;

Uniformes

É obrigatório o uso de camisas iguais e alusivas ao esporte.

A -
 O uso de bermudas só será liberado pela CBBOL se for constatado um calor excessivo nas dependências do boliche. As mulheres podem optar por calça comprida, saia ou bermuda.

Bebida e Cigarro

A -
 Está proibido o consumo de bebidas alcoólicas por parte dos atletas durante as partidas e seus intervalos.

B -
  Nenhum atleta poderá fumar em qualquer área do Boliche que não seja previamente determinada – inclusive banheiros.

C -
  O consumo de bebida alcoólica somente será permitido após a competição e fora da área de jogo, sendo que o atleta não esteja uniformizado.

D -
  Não será permitido o consumo de comidas e bebidas na área de jogo.

E -
   Haverá fiscalização por parte da CBBOL nestes itens, lembrando que os infratores serão advertidos pela CBBOL conforme rege a NORMABOL.

 (lembramos que pela NORMABOL, e pela FIQ, o uso de bebidas alcoólicas e outras drogas nem precisavam vir nos regulamentos, é inerente a prática do esporte a não permissão):

Uso de Substancias em forma de Pós e Substâncias Indevidas

Será proibido o uso de Grip’s, Slide’s e/ou outras substâncias do tipo, junto ao retorno de bolas. Para que desta forma evite-se que outros atletas tenham seus arremessos e concentração prejudicados na área de jogo.

Os Grip’s colocados sobre os monitores de vídeo das pistas, poderão danificá-los, solicitamos, portanto, que sejam colocados nas mesas junto às cadeiras.

Ajustes na superfície das bolas feitos a mão com abralon, scotch brite, produtos de polimentos e limpeza constante da lista de produtos aprovados pela WTBA serão permitidos entre partidas desde que sejam feitos fora da área de jogo e que não atrase a próxima jogada do jogador.

O uso de lixas não é permitido bem como o uso de outros materias listados  no site www.worldtenpinbowling.com, seção Products Containing Solids or Abrasives.

Jogo Lento

A -
 Durante um jogo, deverá ser respeitada apenas uma pista de cada lado do jogador. Caso dois jogadores estejam preparados para subir no "Approach" ao mesmo tempo, o da direita terá a preferência;

B -
 O atleta deve cuidar para manter o ritmo de jogo, não demorando demais na sua vez de jogar nem no “Approach", em sua preparação para o arremesso;

C -
 Conforme definido na AGE de janeiro de 2009, cada partida terá a duração máxima de 45 minutos, sendo descontados eventuais problemas mecânicos apresentados. Será permitido aos jogadores da pista encerrar o frame que estiverem jogando, desde que o 1° jogador tenha completado totalmente o frame ao término dos 45 minutos. A CBBOL colocará árbitros para marcação do tempo.

Pesagem de Bolas

Cada atleta poderá utilizar durante o Campeonato o máximo de 6 (seis) bolas. Todas as bolas deverão ser registradas (inclusive a bola de Spare = coco) em formulário próprio que a CBBOL fornecerá. Esse formulário deverá ser preenchido e devolvido à Comissão Organizadora antes do início da 1.ª partida do 1.º dia de competição.

Os árbitros poderão a qualquer momento e de forma aleatória fiscalizar qualquer atleta, fazendo a conferência das bolas em jogo para ver se foram inscritas (as bolas não inscritas previamente serão retiradas da área de jogo por toda a rodada). No final de cada rodada, serão sorteados atletas que terão suas bolas verificadas e, a critério dos árbitros, poderão também ser pesadas.

Se por acaso uma das bolas estiver fora das normas, este atleta perderá a série jogada e essa bola deverá ser colocada em condições para o uso.

Penalidades e Comissão Disciplinar

O não cumprimento, pelo atleta, de qualquer dos itens do presente Regulamento ou Código Brasileiro de Justiça Desportiva e regras FIQ, quando aplicável, implicará em perda de Frames, dos pontos da partida e, até mesmo, a sua exclusão da competição, a critério do Delegado da CBBOL ou da Comissão Disciplinar. A insistência na falta implicará no registro da mesma no seu currículo. Este registro servirá de base para futuras ações da CBBOL relativas a esse atleta, no que disser respeito a convocações, prêmios, viagens, regalias, cobranças, etc.

A Comissão Disciplinar será nomeada pela Diretoria da CBBOL, e seus membros anunciados em dia anterior ao inicio dos jogos.

Da Manutenção das Pistas de Jogo

No Planet Bowling será utilizado o mesmo programa 3, usado no Paulista de clubes.

Da Organização

A organização do evento ficará a cargo de Jotajota e equipe,realizando sorteio e posicionamento das equipes nas pistas.

Premiação

Não haverá premiação por fase devendo ser premiados respectivamente os 3 clubes melhores colocados ,e 1.º ao 5.º. No all events categoria masculina e feminina.

Disposições Finais

O presente regulamento seguirá as normas emanadas dos órgãos superiores brasileiros e FIQ (Federação Internacional de Boliche
Os casos omissos ao presente regulamento e ao evento serão resolvidos pela diretoria da CBBOL.

12 de abril de 2011

Geraldo Couto - Presidente CBBOL

Art. 2.º A organização do evento ficará a cargo da diretoria da FMBol, com supervisão da CBBOL.

Parágrafo único: Havendo necessidade, o evento poderá ser realizado em dois turnos.

Art. 3.º Os jogos terão inicio as 9:00 horas, com dez minutos de prática.

Art. 4.º A data limite para os clubes confirmarem as inscrições, através de suas respectivas Federações, será o dia 1.º de abril de 2011, após essa data qualquer solicitação de inscrição estará sujeita a disponibilidade de vagas.

Art. 5.º O prazo para pagamento da taxa de inscrição e semestralidade de atletas, confirmando a participação no evento, será a data de 10 de abril de 2011. Os clubes deverão efetuar os pagamentos até a data prevista, caso contrário terá suas inscrições desconsideradas. Após a data de 11 de abril de 2011, qualquer solicitação de inscrição estará sujeita a disponibilidade de vagas.

Parágrafo Único: Os depósitos para as reservas deverão ser realizados na conta corrente abaixo transcrita e os comprovantes de pagamento deverão ser enviados para o Sr. Geraldo Couto para o e-mail presidente@cbbol.org.br

Confederação Brasileira de Boliche
Banco de Brasília - 070
Agência: 0040
Conta: 010137-8
CNPJ: 86.961.356/0001-07

Art. 6.º As inscrições deverão ser encaminhadas pelas Federações de cada Estado para o Sr. Geraldo Couto no e-mail: presidente@cbbol.org.br, com cópia para os e.mail’s: ranking@cbbol.org.br e administrativo@cbbol.org.br

Art. 7.º O valor da inscrição por atleta da equipe ou terceto será de R$ 240,00 (duzentos e quarenta reais). A semestralidade do atleta é de R$30,00 (trinta reais). Os atletas que não efetuaram o pagamento da 1ª semestralidade de 2011, deverão pagar o total de R$270,00 (duzentos e setenta reais).

Parágrafo único: Os clubes que inscreverem mais de uma equipe terão desconto de R$20,00 (vinte reais) no valor da inscrição para os demais times.

Art. 8.º As opções de hospedagem para o XXVI Brasileiro de Clubes e a XVI Taça Brasil de Clubes serão divulgadas por meio de comunicado dirigido às Federações, oportunamente.

DO CAMPEONATO

Art. 9.º Conforme Normabol e alterações aprovadas pelas Federações presentes nas AGE’s de novembro de 2007 e janeiro de 2009, os clubes serão representados no XXVI Campeonato Brasileiro de Clubes nas categorias adulto por equipes mistas, composta de 04 atletas masculinos e 02 atletas femininas.

a)    As atletas femininas poderão jogar por qualquer clube, pois a CBBOL irá liberar a transferência provisória e a (o) atleta permanecerá na sua Federação de origem, porém quanto aos atletas masculinos, esses terão que pagar taxa de transferência;

b)    Os tercetos da Taça Brasil de Clubes serão compostas por 03 atletas masculinos ou mistos;

c)    Caso haja inscrições suficientes (pelo menos 04), será incluída na programação o Campeonato Brasileiro de Clubes Juvenil, com equipes formadas por 01 atleta feminina e 02 atletas masculinos;

d)     A competição será disputada em duas ou mais divisões. A 1ª divisão será composta por no máximo 12 equipes e a 2ª divisão terá no máximo 08 equipes;

e) O XXVI Campeonato Brasileiro de Clubes adulto será realizado nas fases:

No 1.º dia: Fase Individual, categoria feminina e masculina: 06 linhas jogadas

No 2.º dia: Fase de duplas, categoria feminina e masculina: 06 linhas jogadas

No 3.º dia: Fase de tercetos mistos: 06 linhas jogadas

No 4.º dia: Fase de equipes (sextetos): 06 linhas jogadas.

f) A Taça Brasil de Clubes adulto será realizada nas fases:

No 1.º dia: Fase individual: 06 linhas jogadas

No 2.º dia: Fase de duplas serão considerados sempre as duas maiores pontuação de cada partida|:06 linhas jogadas

No 3.º dia: Fase de tercetos: 06 linhas jogadas

No 4.º dia: Fase de tercetos: 06 linhas jogadas

g) A classificação da divisão em que jogará um clube será através da soma da média dos pontos dos 4 melhores atletas da equipe (feminino ou masculino).

      A pontuação do atleta só será considerada se o mesmo tiver pelo menos 02 eventos no Ranking da CBBOL atualizado em 01/02/2011. Depois de inscritos os atletas que compõem a equipe, um clube só poderá alterar os mesmos com autorização formal da CBBOL. Sem essas condições, o clube não participará da competição, mesmo que compareça ao local da mesma na data do evento;

h)  Na 1ª divisão será obrigatória a participação de clubes que representem pelo menos 4 estados dentre os filiados a CBBOL. Caso isso não ocorra após a aplicação das regras acima, serão chamados pela ordem quantos clubes da 2ª divisão forem necessários, dentre os que representem estados diferentes dos clubes já participantes da categoria, saindo os últimos da 1ª divisão, até que se consiga a composição necessária;

i)    Nas demais divisões e categorias e na Taça Brasil de Clubes, no caso de disponibilidade de pistas e ausência de novos clubes, será admitida a participação de mais de uma equipe do mesmo clube;

j)    Um clube só pode participar da Taça Brasil de Clubes com mais de uma equipe simultaneamente, desde que esteja representado no Campeonato Brasileiro de Clubes, salvo se não houver mais vagas no evento;

k)   Para o primeiro dia, a disposição  dos  clubes  por  turno  e pista obedecerá a ordem do clube através de sorteio, que será realizado no Boliche Del Rey, as 16:00 horas do dia 20 de abril de 2011.  Durante o Campeonato, a disposição dos clubes na pista obedecerá à classificação por pontos ganhos até a etapa anterior (desempate por pino derrubado);

l)    Cada  fase será disputada em seis partidas, com três atletas por pista. Na fase individual, deverão ser escalados pela organização até dois atletas de um mesmo Clube em um mesmo par de pistas. Na fase de duplas, um par de pistas deverá ter três duplas de Clubes diferentes, se possível. Na fase de tercetos mistos, dois tercetos de Clubes diferentes no par. Na fase de sextetos, cada Clube ocupará um par de pistas.

Na Taça Brasil de Clubes e Campeonato Brasileiro de Clubes juvenis, as equipes jogarão sempre juntas na mesma pista;

m)   Na Taça Brasil de Clubes e Campeonato Brasileiro de Clubes juvenil, não haverá pontuação para o all-events de Clubes;

n)    Desempates na pontuação final serão resolvidos pelas melhores colocações dos empatados sucessivamente no all-events de Clubes, fase de equipes, tercetos mistos, duplas e individual;

o)   Serão premiados os vencedores de cada fase até o 3.º lugar. Os vencedores do all-events (feminino e masculino ) serão premiados até o 5.º lugar. Os atletas de cada competição que fizerem as melhores partidas e séries também receberão medalhas;

p)   Nenhum atleta poderá jogar em duas divisões ou categorias distintas do evento ao mesmo tempo.

q)   Será utilizada a tabela de pontuação exposta abaixo, para todas as fases do XXVI Campeonato Brasileiro de Clubes 2011:

       FASE  1.º 2.º 3.º  4.º 5.º 6.º 7.º 8.º 9.º 10.º 11.º 12.º 13.º 14.º 15.º
Indiv. Masc.  120 90 72 60 48 36 24 18 12 8 6 4 3 2 1
Indiv. Femin.  60 45 36 30 24 18 12 9 6 4 3 2 1 0 0
Duplas Masc.  240 180 144 120 96 72 48 36 24 16 12 8 6 4 2
Duplas Fem.  120 90 72 60 48 36 24 18 12 8 6 4 3 2 1
Terc. Mistos  360 270 216 180 144 108 72 54 36 24 18 12 9 6 3
Times de Seis 600 450 360 300 240 180 120 90 60 40 30 20 15 10 5
All-Event Clubes  360 270 216 180 144 108 72 54 36 24 18 12 9 6 3
Maiores partidas: Individual masculina 10,Individual feminina 10
Dupla masculina 20, Dupla feminina 20
Terceto 30, Equipes de seis 60

UNIFORME

Art. 10.º É obrigatório o uso de camisas (uniforme) iguais e alusivas ao esporte e representativas dos respectivos clubes.

Art. 11.º O uso de bermudas só será liberado pela CBBOL. As mulheres podem optar por calça comprida, saia ou bermuda.

Art. 12.º Conforme NORMABOL e FIQ, é terminantemente proibido o consumo Cigarro e Bebida alcoólicas pelos atletas durante as partidas e seus intervalos.

a) Nenhum atleta poderá fumar em qualquer área do Boliche que não seja previamente determinada – inclusive banheiros.

b) Não será permitido o consumo de comidas e bebidas na área de jogo.

c)  Haverá fiscalização por parte da CBBOL nestes itens, lembrando que os infratores serão advertidos pela CBBOL conforme rege a NORMABOL. 

USO DE SUBSTÂNCIAS EM FORMA DE PÓ E SUBSTÂNCIAS INDEVIDAS

Art. 13.º Será proibido o uso de Grip’s, Slide’s e/ou outras substâncias do tipo, junto ao retorno de bolas. Para que desta forma evite-se que outros atletas tenham seus arremessos e concentração prejudicados na área de jogo. Os Grip’s colocados sobre os monitores de vídeo das pistas poderão danificá-los, solicitamos, portanto, que sejam colocados nas mesas junto às cadeiras.

Art. 14.º – Conforme regra atual da FIC os ajustes na superfície das bolas poderá ser feitos a mão com abralon, scotch brite, produtos de polimentos e limpeza constante da lista de produtos aprovados pela WTBA que serão permitidos somente entre os intervalos das partidas desde que sejam feitos fora da área de jogo e que não atrase a próxima jogada.

Parágrafo Único: O uso de lixas não será permitido bem como o uso de outros materiais listados  no site www.worldtenpinbowling.com, seção Products Containing Solids or Abrasives

DOS JOGOS

Art. 15.º – Durante um jogo, deverá ser respeitada apenas uma pista de cada lado do jogador. Caso dois jogadores estejam preparados para subir no "Approach" ao mesmo tempo, o da direita terá preferência;

Art. 16.º – O atleta deve cuidar para manter o ritmo de jogo, não demorando demais na sua vez de jogar nem no “Approach", em sua preparação para o arremesso;

Art. 17.º – Conforme definido na AGE de janeiro de 2009, cada partida terá a duração máxima de 45 minutos, sendo descontados eventuais problemas mecânicos apresentados. Será permitido aos jogadores da pista encerrar o frame que estiverem jogando, desde que o 1° jogador tenha completado totalmente o frame ao término dos 45 minutos. A CBBOL nomeará árbitros para marcação de tempo.

PESAGEM DE BOLAS

Art. 18.º – Cada atleta poderá utilizar durante o Campeonato o máximo de 06 (seis) bolas. Todas as bolas deverão ser registradas (inclusive a bola de Spare = coco) em formulário próprio que a CBBOL fornecerá. Esse formulário deverá ser preenchido e devolvido à Comissão Organizadora antes do início da 1ª partida do primeiro dia de competição. Os árbitros poderão a qualquer momento e de forma aleatória fiscalizar qualquer atleta, fazendo a conferência das bolas em jogo para ver se foram inscritas (as bolas não inscritas previamente serão retiradas da área de jogo por toda a rodada). No final de cada rodada, serão sorteados atletas que terão suas bolas verificadas e, a critério dos árbitros, poderão também ser pesadas.

Art. 19.º – Se por acaso uma das bolas estiver fora das normas, este atleta perderá a série jogada e essa bola deverá ser colocada em condições para o uso.

COMISSÃO DISCIPLINAR

Art. 20.º – O descumprimento, pelo atleta, de qualquer dos itens do presente Regulamento ou Código Brasileiro de Justiça Desportiva e regras FIQ, quando aplicável, implicará em perda de frames, dos pontos da partida e, até mesmo, a sua exclusão da competição, a critério do Delegado da CBBOL ou da Comissão Disciplinar. A insistência na falta implicará no registro da mesma no seu currículo. Este registro servirá de base para futuras ações da CBBOL relativas a esse atleta, no que disser respeito a convocações, prêmios, viagens, regalias, cobranças, etc.

Parágrafo Único: A Comissão Disciplinar será nomeada pela Diretoria da CBBOL, e seus membros anunciados em dia anterior ao inicio dos jogos.

MANUTENÇÃO DAS PISTAS

Art. 21.º – O condicionamento das pistas será informado oportunamente, por meio de Comunicado Oficial 02/2011. Será utilizado no PLANET BOWLING, o mesmo condicionamento que será aplicado no Boliche Del Rey.

Art. 22.º – O Congresso Técnico do evento, será aberto no dia 20 de abril de 2011 as 16:00 horas com encerramento no dia 24 de abril de 2011 as 14:30 horas, no boliche, estando aberto a todos os Presidentes de Federações e Clubes, ou seus representantes para discutirmos possíveis alterações na forma de disputa do evento para o ano de 2012.

DISPOSIÇÕES FINAIS

Art. 23.º – Os casos omissos neste regulamento serão resolvidos pelo Árbitro Geral juntamente com a diretoria da CBBOL.

Ressalvado o caráter específico deste regulamento as demais regras obedecem as Normas dos órgãos superiores brasileiros e FIQ (Federação Internacional de Boliche).

São Paulo, 16 de março de 2011.

Geraldo Couto
Presidente da CBBOL


Confederação Brasileira de Boliche
Rua Tabapuã, 821 conj. 82 sala 2 – Itaim Bibi - São Paulo/SP
CEP 04533-013 – site: www.cbbol.org.br
Fone (011) 34220894